Eu gostava de trabalhar...

2006
12 JUL - QUARTA - 17,40 H

FUI CHAMADA A SALA DE REUNIOES ONDE SE ENCONTRAVA O SR AM Q ME TRANSMITIU NAO TER CONFIANÇA EM MIM, PELO Q A PARTIR DAQUELE MOMENTO EU DEIXARIA DE TER ACESSO AO MEU COMPUTADOR E AO MEU TRABALHO, E Q IRIA SER MUDADA DE GABINETE. TENDO EU PERGUNTADO QUAL A RAZAO DAQUELE COMPORTAMENTO, NADA ME FOI EXPLICITADO PELO REFERIDO SOCIO-GERENTE.
13 JUL - QUINTA
FUI EFECTIVAMENTE PARA O ANTIGO GABINETE DA D. KITAS, Q SE ENCONTRAVA SEM LIMPAR, AS SECRETÁRIAS OCUPADAS, UMA DAS QUAIS ASSIM COMO UM ARMARIO, ELA ESTEVE A DESOCUPAR, PARA EU PODER PÔR SÓ AS MINHAS COISAS PESSOAIS, COMO FEZ QUESTAO DE FRISAR O SR AM ANTES DE EU IR PARA LÁ. À TARDE FORAM VARRER O GABINETE MAS NAO ME FOI DADO TRABALHO PARA FAZER.
14 JUL - SEXTA
O DR.PAULO MARINHO PÔS LÁ 1 COMPUTADOR, Q VERIFIQUEI NAO TER QUAISQUER DADOS COM Q EU PUDESSE TRABALHAR. DELIGUEI-O PORTANTO. NAO ME DERAM TRABALHO.
17 JUL - SEGUNDA
CONTINUO SEM TRABALHO.
18 JUL - TERÇA
CONTINUO SEM TRABALHO. O MANUEL ANTONIO (DEL.SIND.) FOI AO GABINETE E VIU Q EU CONTINUAVA SEM SERVIÇO. LIMPARAM O GABINETE. À TARDE FALTEI E FUI AO MEU SINDICATO.
19 JUL - QUARTA
CONTINUO SEM TRABALHO.
20 JUL - QUINTA
CONTINUO SEM TRABALHO.
21 JUL - SEXTA
CONTINUO SEM TRABALHO. VIERAM AS DRAS DA INSPECÇAO DO TRABALHO Q FALARAM COMIGO, PRIMEIRO NA SALA DE REUNIOES E DEPOIS NO GABINETE, ONDE CONSTATARAM AS MAS CONDIÇOES DE HIGIENE E LIMPEZA E A FALTA DE TRABALHO DE Q EU ME QUEIXEI.
24 JUL - SEGUNDA - 11 H
NUMA IDA À CASA DE BANHO O SR AM CHAMOU-ME E DISSE Q EU IA FAZER O INVENTARIO DE MAQUINAS, MOBILIARIO E MATERIAS PRIMAS, E Q O SR BENJAMIM FARIA ME AJUDAVA NAQUILO Q EU PRECISASSE.
QUANDO CHEGUEI AO GABINETE, PERGUNTEI AO BENJAMIM Q DISSE NAO SABER DE NADA POIS O SR AM NAO LHE TINHA DITO NADA. CONTINUEI SEM TRABALHO.
À TARDE O JUSTINO (SINDIC) ESTEVE NA FABRICA E PEDIU PARA FALAR COMIGO, CHAMARAM-ME A SALA DE REUNIOES. INFORMEI-O DE TUDO. (VIM POSTERIORMENTE A SABER OS TERMOS POUCO CORRECTOS COM Q O SR AM SE REFERIU A MIM)
25 JUL - TERÇA
SEM TRABALHO.
26 JUL - QUARTA
SEM TRABALHO.
27 JUL - QUINTA
SEM TRABALHO. CHEGARAM AS DRAS. DA INSPECÇAO DE TRABALHO E UMA DELAS ESTEVA A VER Q NO COMPUTADOR NAO TINHA NENHUM PROGRAMA NEM OUTROS DADOS COM Q EU PUDESSE COMEÇAR A TRABALHAR.
28 JUL - SEXTA - 11H
FOI-ME DADA, NO MEU GABINETE, UMA CARTA PARA ASSINAR, PELO SR AM, Q ALI SE DESLOCOU COM A MARIA JOSE DO SERV.PESSOAL, DIZENDO PRECISAMENTE O Q ME TINHA SIDO DITO PELO SR AM NO DIA 24. CONFIRMEI Q ELE DISSE O Q EU IA FAZER, MAS PRECISAVA DE DADOS PARA PODER TRABALHAR E ESSES NAO OS TINHA. Q TINHAM POSTO LA UM COMPUTADOR MAS ESTAVA VAZIO. O SR AM PERGUNTOU SE EU NAO SABIA O Q ERA UM INVENTÁRIO. EU DISSE Q SABIA +- E ELE DISSE Q SE EU TIVESSE DUVIDAS PERGUNTASSE AO BENJAMIM, AO Q EU RESPONDI Q PRIMEIRO TINHAM Q ME DIZER O Q REALMENTE QUERIAM E SO DEPOIS SE EU TIVESSE ALGUMA DÚVIDA ACERCA DO TRABALHO Q IA FAZER É Q PERGUNTAVA.
DISSE AINDA Q QUERIA TRABALHAR E Q FARIA TUDO DENTRO DAS MINHAS FUNÇOES, MAS PRECISAVA SABER O Q REALMENTE QUERIAM E TER DADOS PARA O FAZER.
ASSINEI A CARTA E FORAM EMBORA.
CONTINUO SEM TRABALHO. PERGUNTEI NOVAMENTE AO BENJAMIM Q DISSE MAIS UMA VEZ NAO SABER DE NADA. ESCREVI OUTRA CARTA A PEDIR TRABALHO.
31 JUL - SEGUNDA
ESTIVE COM UMA DOR NO PEITO BASTANTE ATRAPALHADA. O BENJAMIM DISSE Q ERA MELHOR EU IR AO MEDICO, MAS ACABOU POR PASSAR E NAO FUI.
ÀS 4,30 DA TARDE A DRA EDITE PEREIRA (CONTABILISTA ACTUAL) VEIO FALAR COMIGO E TROCÁMOS IMPRESSOES ACERCA DO TRABALHO Q EU IRIA FAZER.
1 AGO - TERÇA - 13,30 h
A MJ DEU-ME NO GABINETE DELA UMAS LISTAGENS DE PRODUTOS E DUAS CARTAS PARA ASSINAR (UMA COM DATA DE 28/7 E OUTRA COM DATA DE 1/8) O Q EU FIZ.
COMECEI LOGO A TRABALHAR DENTRO DAS INDICAÇOES Q ME FORAM DADAS. O BENJAMIM DEU-ME TAMBEM OS NOMES DE ALGUMAS MAQUINAS EXISTENTES. À TARDE A DRA EDITE PEREIRA PERGUNTOU-ME SE EU ESTAVA ABERTA A ALGUMA NEGOCIAÇAO, Q EU TRABALHAVA LA HA 40 ANOS, AO Q EU DISSE Q 40 MESES ERA POUCO PARA AQUILO Q EU ESTAVA ALI A PASSAR, MAS Q SE INFORMASSEM DO Q REALMENTE TINHA DIREITO E PUSESSEM A PROPOSTA POR ESCRITO Q EU ANALISARIA, MAS O Q EU QUERIA NAO ERA DINHEIRO, ERA TRABALHO.
FIZ A LISTAGEM DAS MAQUINAS E MOSTREI AO BENJAMIM. PERGUNTEI SE ESTAVA BEM, AO Q ELE DISSE Q SIM. FUI TRABALHANDO CONFORME O COMP DEIXAVA. ESTAVA SEMPRE A IR ABAIXO. QUEIXEI-ME DIVERSAS VEZES TANTO AO DR PAULO COMO À DRA EDITE. ACABEI POR PEDIR UMA DISKETE PARA IR GRAVANDO, NO CASO DELE AVARIAR DE VEZ, SEMPRE TINHA O TRABALHO GUARDADO.
FERIAS
13 SET
FUI, A PEDIDO DA DRA EDITE, UM DIA E MEIO PARA O MEU ANTIGO SITIO NO ESCRITÓRIO, TIRAR LISTAGENS E BALANCETES DO ANO ANTERIOR, NUM PROGRAMA Q SO EU SABIA TRABALHAR.
FUI COM ORDEM DO SR AM Q ME VIU LÁ NOS DOIS DIAS.
18 OUT
RECEBI UMA CARTA COM DATA DE 16, A SUSPENDER-ME.
2 NOV
RESPONDI À CARTA ACIMA.
8 NOV
RECEBI CARTA A INF Q EM 14/11 IAM SER OUVIDAS 2 TESTEMUNHAS.
14 NOV - 10 H
DESLOQUEI-ME LÁ COM JUSTINO E ANA MARIA Q FORAM OUVIDOS PELO DR MARIO CACERES, O QUAL PEDIU FC DE ALGUNS DOC Q ELE NAO TINHA.
20 NOV 2006
RECEBI A CARTA DE DESPEDIMENTO.

EM 24 FEV 2007 FARIA 40 ANOS AO SERVIÇO.


Anúncio n.º 2587/2009
Processo n.º 28/09.5TYVNG
Insolvência pessoa colectiva (Requerida)
Requerente: Instituto de Segurança Social, I.P.
Insolvente: António Matos, Ldª

Publicidade de sentença e citação de credores e outros interessados nos autos de Insolvência acima identificados No Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia, 2.º Juízo de Vila Nova de Gaia, no dia 12-03-2009, às 09:00 horas, foi proferida sentença de declaração de insolvência do devedor: António Matos, Ld.ª, pessoa colectiva n.º 500313865, Endereço: Lugar de Sales, Silvalde, 4501 Espinho, com sede na morada indicada.
São administradores do devedor: António Ventura Ribeiro de Matos, Endereço: Rua 16, 1464 — 1.º Dto., 4500 Espinho a quem é fixado domicílio na morada indicada.
Para Administrador da Insolvência é nomeada a pessoa adiante identificada, indicando-se o respectivo domicílio. Dra. Cláudia Sousa Soares, Endereço: Rua D. Afonso Henriques. 564 — 2.º Dt.º Frente, 4435-006 Rio Tinto Ficam advertidos os devedores do insolvente de que as prestações a que estejam obrigados, deverão ser feitas ao administrador da insolvência e não ao próprio insolvente. Ficam advertidos os credores do insolvente de que devem comunicar de imediato ao administrador da insolvência a existência de quaisquer garantias reais de que beneficiem. Declara-se aberto o incidente de qualificação da insolvência com carácter pleno [alínea i) do artigo 36.º do CIRE] Para citação dos credores e demais interessados correm éditos de 5 dias. Ficam citados todos os credores e demais interessados de tudo o que antecede e ainda: O prazo para a reclamação de créditos foi fixado em 30 dias. O requerimento de reclamação de créditos deve ser apresentado ou remetido por via postal registada ao administrador da insolvência nomeado, para o domicílio constante do presente edital (n.º 2 artigo 128.º do CIRE), acompanhado dos documentos probatórios de que disponham. Mesmo o credor que tenha o seu crédito por reconhecido por decisão definitiva, não está dispensado de o reclamar no processo de insolvência (n.º 3 do Artigo 128.º do CIRE). Do requerimento de reclamação de créditos deve constar (n.º 1, artigo 128.º do CIRE): A proveniência do(s) crédito(s), data de vencimento, montante de capital e de juros; As condições a que estejam subordinados, tanto suspensivas como resolutivas; A sua natureza comum, subordinada, privilegiada ou garantida, e, neste último caso, os bens ou direitos objecto da garantia e respectivos dados de identificação registral, se aplicável; A existência de eventuais garantias pessoais, com identificação dos garantes; A taxa de juros moratórios aplicável. É designado o dia 22-04-2009, pelas 12:00 horas, para a realização da reunião de assembleia de credores de apreciação do relatório, podendo fazer-se representar por mandatário com poderes especiais para o efeito. É facultada a participação de até três elementos da Comissão de Trabalhadores ou, na falta desta, de até três representantes dos trabalhadores por estes designados (n.º 6 do Artigo 72 do CIRE). Da presente sentença pode ser interposto recurso, no prazo de 15 dias (artigo 42.º do CIRE), e ou deduzidos embargos, no prazo de 5 dias (artigo 40.º e 42 do CIRE). Com a petição de embargos, devem ser oferecidos todos os meios de prova de que o embargante disponha, ficando obrigado a apresentar as testemunhas arroladas, cujo número não pode exceder os limites previstos no artigo 789.º dp Código de Processo Civil (alínea c do n.º 2 do artigo 24.º do CIRE). Ficam ainda advertidos que os prazos para recurso, embargos e reclamação de créditos só começam a correr finda a dilação e que esta se conta da publicação do anúncio. Os prazos são contínuos, não se suspendendo durante as férias judiciais (n.º 1 do artigo 9.º do CIRE). Terminando o prazo em dia que os tribunais estiverem encerrados, transfere-se o seu termo para o primeiro dia útil seguinte.
Informação — Plano de Insolvência
Pode ser aprovado Plano de Insolvência, com vista ao pagamento dos créditos sobre a insolvência, a liquidação da massa e a sua repartição pelos titulares daqueles créditos e pelo devedor (artigo 192 do CIRE). Podem apresentar proposta de Plano de Insolvência o administrador da insolvência, o devedor, qualquer pessoa responsável pelas dívidas da insolvência ou qualquer credor ou grupo de credores que representem um quinto do total dos créditos não subordinados reconhecidos na sentença de graduação de créditos ou, na falta desta, na estimativa do Sr. Juiz (artigo 193.º do CIRE).



12.11.2007

Ex-operários à espera de indemnizações


Cerca de 20 ex-trabalhadores da empresa CETAP, de Anta, em Espinho, concentraram-se, ontem, frente à entrada da fábrica como forma de protesto contra a Administração por aquela não ter pago o que lhes é devido.
Segundo Justino Pereira, do Sindicato de Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Norte, os cerca de 20 manifestantes representavam os 28 ex-trabalhadores da fábrica de transformação de plásticos que, em 2002 rescindiram contrato depois de uma situação de salários em atraso.
Rescindidos os contratos, os operários teriam, assim, direito a indemnizações. O processo seguiu a via judicial e os ex-trabalhadores venceram sempre a causa desde a Primeira Instância até ao Supremo.
Preferindo não fazer executar a sentença, por temerem a falência da empresa e o consequente despedimento dos cerca de 50 trabalhadores que ainda estão no activo, os ex-operários acabaram por chegar, em Junho de 2005, a um acordo com a Administração. Tal acordo pressupunha o pagamento das indemnizações, num valor total de 360 mil euros, em 40 meses. Segundo o sindicalista, passado um ano, das 12 prestações que eram devidas, foram pagas apenas sete.
"E se, algumas destas pessoas até conseguiram organizar as suas vidas e encarreirar novamente, voltando a trabalhar, a maioria delas encontra-se numa situação desesperante. Já lhes foi cortado o fundo de desemprego e estão de mãos atadas", explicou Justino Pereira.
"Eles não querem prejudicar ninguém, muito menos os trabalhadores que ainda estão no activo, alguns deles seus familiares. Mas o que é certo é que estas pessoas estão fartas de verem criadas expectativas de terem o dinheiro depositado no final do mês, esperanças que depois acabam goradas", acrescentou.
Segundo Justino Pereira, a situação da empresa não é das melhores. Parte do subsídio de Natal de 2004 e os subsídios de férias e de Natal de 2005 só acabaram de ser pagos na passada semana. E, anteontem, dez trabalhadores viram os seus cheques dos ordenados devolvidos por falta de cobertura.
Apesar das tentativas, não foi possível chegar à fala com o administrador da empresa.
(Natacha Palma)



10-Ago-2007
Trabalhadores da CETAP, em Espinho, concentrados em frente à empresa

Os trabalhadores da empresa CETAP, em Espinho, estiveram concentrados em frente à mesma como forma de protesto contra os salários em atraso. Os trabalhadores desta empresa transformadora de plásticos partiram para férias com o salário de Julho e com o subsídio de férias por receber. A situação da empresa agudizou-se depois de, no dia 25 de Julho, a Segurança Social ter congelado as contas bancárias da empresa, por dívidas vencidas. Coloca-se agora em causa a sobrevivência da empresa e os cerca de 50 postos de trabalho que a mesma representa. Segundo o sindicato do sector, esta é uma empresa viável se optar pela modernização e diversificação da sua produção



Espinho - quinta-feira, 9 de Agosto de 2007
Trabalhadores da CETAP protestam contra salários em atraso

Em pleno gozo de férias e de «bolsos vazios», os trabalhadores da empresa de plásticos CETAP , em Espinho, foram ontem concentrar-se em frente à fábrica para protestarem contra os salários em atraso. Este é «o primeiro aviso ao Governo e patronato» dos trabalhadores que não querem engrossar os números do desemprego Os trabalhadores da empresa de plásticos CETAP , em Espinho, partiram para férias sem receber o salário de Julho e nem o subsídio de férias, depois de sucessivos adiamentos por parte da administração da empresa transformadora de plásticos para produção de artefactos para os sectores das pescas, agricultura e afins, com sede no lugar da Guimbra, freguesia da Anta (Espinho). De acordo com Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Norte (SINORQUIFA) a CETAP , apesar de uma significativa quota de mercado externo, «atravessa um momento de crise financeira» depois de ter visto, no dia 25 de Junho, «a Segurança Social a congelar-lhe as contas bancárias por dívidas vencidas». A SINORQUIFA aponta o dedo à Segurança Social, com quem a empresa terá tentado, sem sucesso, chegar a um acordo para o pagamento faseado das dívidas. O dirigente sindical, Justino Pereira, sublinha que com «este impasse os únicos a sofrer as consequências serão os trabalhadores, alguns deles com cerca de 40 anos de casa». Por isso, ontem mesmo, foram recolhidas as assinaturas dos trabalhadores num abaixo-assinado para ser entregue ao ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, a quem os funcionários da empresa pedem uma intervenção. Em causa, diz Justino Pereira, está a «sobrevivência da empresa e os seus 50 postos de trabalho». Para a SINORQUIFA, «este é o primeiro aviso que os trabalhadores fazem para o Governo e patronato, para mostrar que não estão disponíveis para engrossar o leilão de desempregados», acrescentando que os operários da CETAP «não aceitam ser vítimas de uma orientação que privilegia o défice e inscreve os trabalhadores em categorias descartáveis».
Não foi possível ouvir os responsáveis da CETAP , que se encontra encerrada para férias. Empresa em expansão Segundo o sindicato do sector, a CETAP «é uma empresa viável e necessária ao desenvolvimento do país», com «capacidade de inovação e diversificação, como prova o fabrico de bandas avisadoras para sinalização de infra-estruturas subterrâneas (…) encontrando-se em plena fase de expansão e consolidação».



09-Ago-2007

Trabalhadores da CETAP protestam contra os salários em atraso



Os trabalhadores da CETAP concentraram-se quarta-feira à porta da empresa exigindo o pagamento do salário de Julho e o subsídio de férias. Os trabalhadores protestavam também por a Segurança Social ter congelada as contas bancárias da empresa, devido à dívida que a Cetap tem àquela entidade.
O dirigente sindical Justino Pereira declarou à agência Lusa: "Entendemos que as empresas devem cumprir as suas obrigações ao fisco e à Segurança Social, mas não compreendemos a atitude arbitrária e arrogante do Governo que, tentando corrigir um mal, objectivamente provoca um maior, pois sem trabalhadores e sem empresas não é possível a existência de qualquer instituto de acção social, Segurança Social incluída".
A Cetap é uma empresa de plásticos que produz materiais para a agricultura e a pesca, situada em Espinho, tem 50 trabalhadores e actualmente encontra-se encerrada por motivo de férias.
Justino Pereira dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Norte (SINORQUIFA) afirmou à Lusa: "Os operários estão confrontados com a triste realidade de usufruírem actualmente, em Agosto, do seu irrenunciável período de férias sem que lhes tenham sido pagos o correspondente subsídio e o salário de Julho".
O sindicalista informou que a empresa se mostra disponível para acordar com a segurança social um pagamento faseado da dívida, mas, acrescentou, "o certo é que o impasse se mantém e as vítimas são sempre as mesmas: os trabalhadores".
Para o sindicato, a concentração representa "um primeiro aviso para Governo e patronato de que os trabalhadores da CETAP não estão disponíveis para engrossar a legião de desempregados".



10-2-2006
Situação social da Cetap, António Matos, Lda - Requerimento 1460/AC/X/1
Actividade Parlamentar e Processo Legislativo
Pergunta/Requerimento
Requerimento 1460-AC/X/1
Data: 10-2-2006
Assunto: Situação social da Cetap, António Matos, Lda
Pergunta/Requerimento: Requerimento
[DAR II série B Nº.32/X/1 - Suplemento 2006.02.18 (pág. (6-36))]
Ver requerimento...
Autores:
Jorge Machado (PCP)
Enviado a:
MINISTERIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL em: 2006-02-14
Respondido por: MINISTERIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL em: 2006-04-18 Ver resposta...
[DAR II série B Nº.41/X/1 - Suplem. 2006.04.22 (pág.(2-37))]



13 de Janeiro de 1975
Os trabalhadores da CETAP, empresa de plásticos sedeada em Espinho, entram em greve por melhorias salariais.



Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Nunca desista dos seus sonhos, tudo pode ficar melhor.



Quando admitimos que nossa vida não é tudo o que poderia ser, que não temos todas respostas e que realmente desejamos mudar, poderemos começar a progredir.



A franqueza nao consiste em dizer tudo o que se pensa, mas em pensar em tudo o que se diz.



A doença do ignorante é ignorar a sua própria ignorância.



Por que vai aborrecer-se pelo que disseram de si? Vamos, levante a sua cabeça e siga em frente! Caminhe seguro, porque aqueles que falam de si vão ficar parados atrás, sem progredir. E quando eles perceberem, você já progrediu tanto que eles o perderam de vista...



Quem perde os seus bens, perde muito; quem perde um amigo, perde mais; Mas quem perde a coragem, perde tudo.



Nas grandes crises, o coração parte-se ou endurece.



O prémio por uma coisa bem-feita é tê-la feito.



O equilíbrio depende da serenidade da mente . Jamais se aborreça nem se exalte. Não ligue Importância Passageiras as coisas que lhe vêm de fora. Siga a conduta ditada por sua consciência e caminhe para frente, certo de que há de vencer por maiores que Sejam as dificuldades do caminho.



Um homem não pode fazer o certo numa área da vida, enquanto está ocupado em fazer o errado em outra. A vida é um todo indivisível.



Se alguém faz alguma coisa que lhe parece injusta e inaceitável, lembre-se de que isso se deve a inúmeras causas e condições independentes da vontade dele. Se as emoções não o aprisionassem, ele teria optado por criar só a felicidade.



Encare cada problema como oportunidades disfarçadas.



Viva como se não houvesse amanhã; ame como se nunca fosse se machucar; trabalhe como se não precisasse do dinheiro e dance como se ninguém estivesse olhando.



Os sábios falam pouco e dizem muito; os ignorantes falam muito e dizem pouco.



Deus não nos fez para sermos roídos pela ansiedade, mas para andarmos eretos, livres e sem medo num mundo que existe trabalho a executar, verdade a procurar e amor para dar e conquistar.



Não permaneça preso ao passado nem a recordações tristes. Não remexa uma ferida que está cicatrizada. O que passou, passou! Deste momento em diante, procure construir uma vida nova, na direção do alto, caminhando para frente, sem olhar para trás.



A maior arma dos fracos é falar mal dos fortes, e a dos fortes é ignorá-los!



Sempre existe uma saída para qualquer problema, por mais complexo e difícil que nos pareça.



A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstancias favoráveis, teriam ficado adormecidas.



Pode-se perdoar, mas esquecer, isso, é impossível.



A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todos os lugares.



Direito tem, quem direito anda.



Jamais desesperes, mesmo perante as mais sombrias aflições da tua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.



Não deixe que o desanimo o impeça de seguir em frente



Auto Estima
Se um dia alguém fizer com que se quebre a visão bonita que você tem de si, com muita paciência e amor reconstrua-a. Assim como o artesão recupera a sua peça mais valiosa que caiu no chão,sem duvidar de que aquela é a tarefa mais importante, você é a sua criação mais valiosa. Não olhe para trás. Não olhe para os lados. Olhe somente para dentro, para bem dentro de você e faça dali o seu lugar de descanso, conforto e recomposição. Crie este universo agradável para si. O mundo agradecerá o seu trabalho.



Aquela pessoa que o tempo não apaga, que a distância não esquece, que a maldade não destrói.
É um sentimento que vem de longe, que ganha lugar no seu coração e você não substitui por nada.
É alguém que você sente presente, mesmo quando está longe... que vem para o seu lado quando você está sozinho e nunca nega um sentimento sincero.
Ser amigo não é coisa de um dia. São atos, palavras e atitudes que se solidificam no tempo e não se apagam mais. Que ficam para sempre como tudo que é feito com o coração aberto.



RECOMEÇAR
Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou, o que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar". Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças na vida e o mais importante: acreditar em você de novo. Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado. Chorou muito? Foi limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia. Sentiu-se só por diversas vezes? É por que fechou a porta até para os outros. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da sua melhora. Pois é! Agora é hora de iniciar, de pensar na luz, de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal um novo emprego? Uma nova profissão? Um corte de cabelo arrojado, diferente? Um novo curso, ou aquele velho desejo de apender a pintar, desenhar, dominar o computador, ou qualquer outra coisa? Olha quanto desafio. Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando. Tá se sentindo sozinho? Besteira! Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento", tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você. Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos. Ficamos horríveis. O mal humor vai comendo nosso fígado, até a boca ficar amarga. Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você quer chegar? Ir alto. Sonhe alto, queira o melhor do melhor, queira coisas boas para a vida. pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos. Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida. E é hoje o dia da Faxina Mental. Joga fora tudo que te prende ao passado, ao mundinho de coisas tristes, fotos, peças de roupa, papel de bala, ingressos de cinema, bilhetes de viagens, e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados. Jogue tudo fora. Mas, principalmente, esvazie seu coração. Fique pronto para a vida, para um novo amor. Lembre-se somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes. Afinal de contas, nós somos o "Amor".



Créditos



TEMPLATE CASA AMARELA 1

::Postado por XYZ às 14h29


Dedicado a MJ Diabólico

::Postado por XYZ às 21h07


para AM Diabólico


A doença do ignorante é ignorar a sua propria ignorancia.

::Postado por XYZ às 15h26


dedicado a Paulo M Diabólico

::Postado por XYZ às 17h56


para Edite P Diabólico

::Postado por XYZ às 20h25


tags Clovis Meneses 4














 

::Postado por XYZ às 23h55


Enterrar os mortos

Dizem que passado o terramoto de Lisboa (1755), o Rei perguntou ao General o que se havia de fazer.
Ele respondeu ao Rei: 'Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos'. Essa resposta simples, franca e direta tem muito a nos ensinar.
Muitas vezes temos em nossa vida 'terramotos' avassaladores, o que fazer?
Exatamente o que disse o General: 'Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos'. E o que isso quer dizer para a nossa vida?
Sepultar os mortos significa que não adianta ficar reclamando e chorando o passado.
É preciso 'sepultar' o passado.
Colocá-lo debaixo da terra.
Isso significa 'esquecer' o passado.
Enterrar os mortos.
Cuidar dos vivos significa que, depois de enterrar o passado, em seguida, temos que cuidar do presente.
Cuidar do que ficou vivo.
Cuidar do que sobrou.
Cuidar do que realmente existe.
Fazer o que tiver que ser feito para salvar o que restou do terramoto.
Fechar os portos significa não deixar as 'portas' abertas para que novos problemas possam surgir ou 'vir de fora' enquanto estamos a cuidar e salvar o que restou do terramoto de nossa vida.
Significa concentrar-se na reconstrução, no novo.
É assim que a historia nos ensina.
Por isso a historia é 'a mestra da vida'.
Portanto, quando você enfrentar um terramoto, não se esqueça: enterre os mortos, cuide dos vivos e feche os portos.

::Postado por XYZ às 22h39


Não deixes que o desanimo te impeça de seguir em frente!

para AM Diabólico

::Postado por XYZ às 15h47


ABANDONANDO O PASSADO
 
Reuna coragem, pois a jornada já começou.
 
Mesmo se você voltar, não encontrará a mesma praia outra vez.
 
Mesmo se você voltar, os velhos brinquedos não o ajudarão em nada,
você já não tem o que fazer com eles, pois saberá que são brinquedos.
 
Agora,aquilo que é real deve ser encontrado, deve ser pesquisado.
E não está muito longe: está dentro de você.
 
OSHO (O Livro da Transformação)

::Postado por XYZ às 14h30


Queimando o Lixo

Não permita que coisas sujas do passado poluam o seu presente. Depois de lacrar um saco de lixo você o reabre para rever o que há lá dentro? Geralmente só remexemos o lixo se algo de valioso tiver sido perdido. Isso, porque lidamos com a hipótese de o termos lançado fora sem querer.
Se não é esse o caso, o que tiver ido para o lixo nós não mais veremos e sequer lembraremos de tudo que está ensacado e pronto para sair de nossa casa. Se esse saco ficar conosco ainda por alguns dias, e nós o reabrirmos por qualquer motivo, o cheiro estará insuportável, micróbios existirão aos montes e nossa saúde poderá estar sendo severamente ameaçada.
O mesmo acontece quando guardamos e remexemos tudo o que de ruim já passou por nossa vida. Sempre que deixamos que nossa mente se perca em más lembranças, nós estamos reabrindo um "saco de lixo". É bem provável que esteja aí a causa de muitas doenças físicas e mentais.
Volte um pouquinho seus pensamentos para aqueles que já lhe fizeram algum mal e veja como você se sente.
Reveja as mágoas, os ressentimentos, as raivas, os desapontamentos, as desilusões, as decepções e pense no "cheiro" que tudo isso tem. É assim que você remexe os lixos guardados dentro de si. Há quanto tempo eles estão guardados aí? Por quanto tempo você ainda os guardará?
Pergunte-se: Para quê me serve toda essa sujeira? Observe honestamente a resposta.
Sujeira atrai mais sujeira, lixo atrai mais lixo, lembranças nocivas atraem miséria material, física e espiritual. É isso que você deseja para si mesmo?
Coloque seus pés no limpo chão do presente: ele é o caminho para um limpo e feliz futuro.
Agarre-se às suas metas, busque realizar os seus sonhos, guarde os tesouros já recebidos.
Você só merece ser feliz.
Por uma vida mais digna, por um futuro melhor, jogue o que é lixo no lixo.
E queime o lixo!

(Silva Schmidt)

::Postado por XYZ às 22h30


::Postado por XYZ às 18h31


sig tags CLOVIS MENESES











::Postado por XYZ às 00h13


Tirei da minha vida todas as pessoas que estavam com prazo de validade vencido

 

::Postado por XYZ às 20h09


tags DAMA DA NOITE












::Postado por XYZ às 01h34


::Postado por XYZ às 20h15


::Postado por XYZ às 22h24


"HOJE ACORDEI PARA VENCER!"

::Postado por XYZ às 01h10


tags SANDY 3















::Postado por XYZ às 01h41


Poder de Cura

Nunca o Planeta Terra esteve tao necessitado de cura quanto neste momento em que vivemos.
Uma atitude curativa é necessária quando começamos a despertar para tudo o que criamos no passado de modo inconsciente.
Partes da nossa consciencia podem ser curadas a todo instante e essa cura se processa com maior intensidade quando reconhecemos que, no nivel da Alma, contamos com todo o potencial de cura de que precisamos.
Podemos curar a nós mesmos e ao Planeta quando nos libertamos de toda a negatividade e ignorancia e escolhemos canalizar o nosso potencial criativo para receber e irradiar o amor que vem da Alma.
Para termos uma atitude curativa é preciso praticar o perdão.
Sem o perdao nao ha cura, é como se estivessemos acorrentados à pessoa ou situaçao que precisamos perdoar.
O perdao libera as correntes.

::Postado por XYZ às 01h01


tags Clovis Meneses 3






::Postado por XYZ às 14h45


::Postado por XYZ às 21h02


::Postado por XYZ às 21h37


tags SANDY 2





















::Postado por XYZ às 11h42


tags SANDY 1


















::Postado por XYZ às 15h54


tags ANITA creations







::Postado por XYZ às 23h52


tags Miriam Creations








::Postado por XYZ às 16h26


 

 

::Postado por XYZ às 16h04


tags Clovis Meneses 2






::Postado por XYZ às 20h32


 

 

::Postado por XYZ às 18h42


tags CLAU





::Postado por XYZ às 12h22


tags TECA EUSEBIO 2








::Postado por XYZ às 11h43



 

 

::Postado por XYZ às 19h20


 

 

::Postado por XYZ às 21h50


 

 

::Postado por XYZ às 22h20


::Postado por XYZ às 16h17


tag NATAL


::Postado por XYZ às 13h51


 

 

::Postado por XYZ às 23h40


tag LEONARDO CREATIONS 


 

 

::Postado por XYZ às 21h08


 

 

::Postado por XYZ às 14h30


 

 

::Postado por XYZ às 20h35


Não deixes que o desanimo te impeça de seguir em frente!

::Postado por XYZ às 11h36